Home / Regional / Prefeitura de Tamboril lança edital para contratação temporária de servidores

Prefeitura de Tamboril lança edital para contratação temporária de servidores

A Prefeitura de Tamboril, por meio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social, publicou nesta quinta-feira (27/7), edital de processo seletivo para contratação de profissionais que atuarão no Programa Primeira Infância no Sistema Único de Assistência Social (SUAS)/Criança Feliz. No total, cinco vagas são ofertadas, sendo quatro para visitador com remuneração de R$ 860,00 e uma para supervisor com salário de R$ 2.300,00. A contratação será de caráter temporário com duração de um ano.

Os interessados ao cargo de visitador devem ter idade a partir de 21 anos, ensino médio completo, residir em Tamboril, habilidade com informática e para desenvolver trabalhos com pessoas. Já os que desejarem concorrer à vaga de supervisor precisam ter ensino superior completo em psicologia, pedagogia, serviço social ou terapia ocupacional; possuir experiência em trabalho social com famílias, preferencialmente, em Centro de Referência da Assistência Social – CRAS.

INSCRIÇÃO

Para fazer a inscrição é necessário dirigir-se à Secretaria do Trabalho e Assistência Social, no Centro Administrativo Julieta Alves Timbó, nos dias 31 de julho e 01 de agosto, das 8h às 11h30 ou das 14h às 16h, portando ficha de inscrição (ANEXA AO EDITAL), currículo e cópia do RG, CPF, título de eleitor, comprovante de endereço e de escolaridade.

A seleção ocorrerá em duas fases: análise curricular e entrevista. O resultado da primeira etapa será conhecido na quarta-feira (02/8). O resultado final, com o nome dos aprovados será divulgado na sexta-feira (04/8).

O PROGRAMA

O Programa Primeira Infância no SUAS/Criança Feliz é uma ação do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário, que potencializa as atenções já desenvolvidas pela política de Assistência Social às gestantes, crianças na primeira infância e suas famílias. Além disso, traz novos elementos para fortalecer o enfrentamento da pobreza, a fim de se reduzir as desigualdades. Avança nas estratégias de apoio à família e de estímulo ao desenvolvimento infantil, elegendo os vínculos familiares e comunitários e o brincar como elementos fundamentais para o trabalho com famílias com gestantes e crianças na primeira infância.

Repórter: Manuel Sales

Comente com o Facebook