Início / Coluna Gente da Gente / Conheça o novorientense que é um dos maiores vereadores de Ipu

Conheça o novorientense que é um dos maiores vereadores de Ipu

Novorientense Dr. Asarias é um dos mais atuantes vereadores de Ipu. Foto: Netcina

O diretor do Hospital Municipal de Ipu, que também coleciona duas graduações e três pós-graduações, que também é um dos vereadores mais votados do município, é uma das personalidades mais conhecidas da região. Muitos ainda não sabem que ele, Asarias Araújo é natural do município de Novo Oriente, nascido no distrito de São Raimundo, na zona rural. A luta e os trabalhos desenvolvidos por Doutor Asarias, como é mais conhecido, o tornam digno de ser considerado um dos maiores novorientenses da história. Doutor Asarias é também primo de um dos vereadores mais votados do município de Novo Oriente, Josivanio.

Doutor Asarias, há dois anos, concedeu um relato ao site Netcina, onde falou sobre sua vida e experiência, e foi firme ao afirmar que é natural de Novo Oriente.

Confira o relato do novorientense:

“Quero contar está minha pequena história dividida em décadas.

Nasci de parto normal e sou o sétimo filho de um casal simples e amoroso (Antônio Gabriel e Mãe Nega). Os partos daquela época eram feito a grande maioria por parteiras, sem as mínimas condições de higiene porém com muito amor ajudaram a trazer a vida muitas crianças.

A minha primeira década de vida começa no longínquo distrito de São Raimundo pertencente ao município de Novo Oriente, onde vivi minha infância entre familiares e amigos e onde aprendi minha primeiras letras com estudos feito em casa e escola precária alcançando os castigos como ficar de joelho em cima de grãos de milho, levando ‘cipuadas’ de cipó de marmeleiro ou tomando muitas palmatórias nas mãos. Era arrengueiro e peguei muitas brigas com colegas e primos. Lá não havia água encanada e nem luz elétrica e as dificuldades eram grandes. A assistência a saúde ficava 24 km de distância pois ainda não havia o PSF.

Estudei em escolas como CNEC em novo oriente e assim foi meus primeiros 10 anos de vida.

A minha segunda década ocorreu quase que na sua totalidade em Crateús onde estudei no Lions Club, Escola Técnica de Comercio Padre Juvêncio e no Colégio Estadual Regina Pacis. Fui um aluno aplicado chegando a ganhar medalha de melhor aluno e a participar de olimpíadas de matemática. Residia com mais 07 irmãos e morei em alguns bairros de Crateús. Desde cedo pensava em estudar e tive que escolher muito cedo se contrairia um matrimônio ou correria atrás dos meus sonhos, optei pela última e fui estudar em Fortaleza fazendo cursinho no PhD evolutivo da 24 de maio. Não tive em quem me espelhar pois não tinha ninguém formado na família. Dividia o tempo estudando de segunda a sábado e ao domingos jogando futebol com os amigos e estudando teologia no templo central.

Minha terceira década começa na cidade de Sobral após passar no vestibular e então ir residir na princesa no norte. Lá foi onde conheci minha companheira de todas as horas (Ana Paula) e pude conhecer nos bancos da UVA. Muitos amigos e grandes mestres que ensinaram para a vida. Os estágios curriculares e extra curriculares nas ubasfs de Sobral e Santa Casa ficaram eternizados em minha memória. Ao concluir a graduação pude trabalhar em cidades como Monsenhor Tabosa e Itatira onde após casar-me fui residir e trabalhar por um período construindo laços e fazendo o bem a todos através da profissão que Deus me deu o privilégio de formar-me. Em maio de 2005 vim residir nessa terra abençoada onde meu pai já residia e assim começo a minha última década.

Na terra de Iracema tenho vivido os meus últimos 10 anos e que anos! Vim residir com minha esposa e ainda sem filhas. Vim por intermédio das ex-prefeita Corrinha Torres que atendeu a um pedido de meu pai e concedeu naquela ocasião 02 vagas para enfermeiro (Eu e Minha esposa) e começamos a trabalhar no PFS do alto dos 14 e logo no ano seguinte passamos no concurso. Fomos residir no centro da cidade onde numa bela noite de 29 de setembro o quarto caiu todo o teto sobre nós. O céu ficou ao aberto e nós com algumas escoriações. Mudamos para um apartamento no alto dos 14 e então compramos e nos mudamos para a nossa casa que residimos até o dia de hoje. Morávamos, trabalhávamos, congregávamos tudo aqui no alto. Minha filhas nasceram aqui no Ipu. Uma de 08 e outra de 02 anos. Desde 28 de Fevereiro de 2013 estou a frente do hospital municipal Dr Evangelista de Oliveira obedecendo o convite dos amigos Glaidson Martins (secretário de saúde) e Sérgio Rufino (prefeito) e com muita luta e esmero tentando sempre dar o meu melhor. Hoje tenho 02 graduações e 03 pós-graduações, além de um curso técnico em contabilidade e outro de terapeuta comunitário.

O que quero apos os meus 40? Continuar sendo um bom cidadão, um bom servidor publico, um bom esposo e pai e um servo de Deus compromissado com a sua obra e com o bem comum. E peço tão somente que Deus continue derramando suas bençãos sobre a minha vida e sobre a minha casa.”

 

 

Comente com o Facebook

Veja também

Agricultora é transferida para Sobral após ser picada por cobra em Nova Russas

Após o incidente, Dona Francisca foi socorrida ao Hospital de Nova Russas, posteriormente, transferida para …